quinta-feira, 12 de maio de 2016

Nota sobre episódio no ITD em 11/05/2016

Contribuintes enfurecidos ameaçaram agredir servidores e invadir

Na tarde da última quarta-feira, dia 11 de maio de 2016, contribuintes revoltados agrediram servidores no ITD IFE 08.

Inconformados pela demora no atendimento e pela precaridade das instalações (muito calor, ambiente barulhento, sem banheiro para contribuintes e com um mau cheiro acentuado, itens que são recorrentes na inspetoria), alguns cidadãos tomaram a iniciativa de xingar e ameaçar de violência física os servidores. No final tentaram invadir as dependências internas da inspetoria.

O inspetor não estava presente no momento do ocorrido, mas os sub-inspetor estava lá. Coube aos Analistas da Fazenda conter a turba. A segurança do prédio-sede da SEFAZ e a polícia foram acionadas para preservar a integridade física dos envolvidos.

O incidente não evoluiu para uma tragédia por muito pouco, o que lança um foco ainda maior sobre alguns fatos:

a)      A Comissão da SEFAZ que esteve presente no dia 28/4 (relembre aqui) retirou os cartazes afixados pelos Analistas para avisar ao contribuinte sobre a greve. Sem esse aviso, o contribuinte voltou a ter a expectativa de ser atendido rapidamente como de costume, o que gerou a revolta.
b)      As condições de trabalho no novo prédio não são adequadas.
c)      O Inspetor já solicitou por diversas vezes o retorno do serviço de segurança que havia até 2015.
d)      Pessoas (servidores e contribuintes) estão expostos, pois a inspetoria está em zona de altos índices de violência urbana.
e)      O patrimônio público que está na inspetoria (cadeiras, mesas, equipamentos) está exposto.
f)       Não há qualquer garantia quanto ao sigilo fiscal dos processos espalhados pelas mesas e arquivos, já que não há controle de acesso.


Esse é um dos motivos pelos quais a nossa categoria se encontra em greve.
O item 4 da nossa pauta de reivindicações “Condições Dignas de Trabalho nas inspetorias” se faz mais urgente do que nunca.


Será que a SEFAZ vai esperar uma tragédia acontecer para tomar alguma providência quanto à segurança do local?

11 comentários:

  1. Onde estava o Inspetor????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fomos informados que está de licença médica.

      Excluir
  2. Podia publicar no jornal !!
    Ótima matéria!!

    ResponderExcluir
  3. São a desumaninade, o orgulho e sede de poder à serviço dos gestores da SEFAZ.

    ResponderExcluir
  4. Mentira, foi o sub que controlou a situação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ANAFERJ recebeu diversos registros fotográficos e em vídeos da confusão. E o que está claro neles é justamente o contrário. O sub dá as costas para a confusão, sai correndo e grita um palavrão mandando os Analistas resolver. Foi um momento tenso, no limite. Não podemos julgar, condenar e nem vangloriar ninguém. Nenhum servidor da Fazenda tem o preparo ou treinamento para lidar com aquela situação. O certo é que nem o inspetor ou os servidores (sejam ele de qual carreira for) tenha que se submeter a essa violência. O intuito do post foi denunciar a falta de segurança na inspetoria.

      Excluir
    2. A ANAFERJ não publicará em sua página xingamentos e comentários de perfis falsos que buscam apenas dar relatos parciais dos fatos ocorridos na IFE-08. A versão publicada foi referendada pelo testemunho de diversos Analistas da Fazenda lotados no setor. E editada a pedido dos mesmos. Infelizmente existem pessoas que pensam o mundo de forma egocêntrica e individualista. Pensam apenas em não se expor e não se envolver. Chamam grevistas de anarquistas e fazem pouco da vida, da carreira de outras pessoas. Nós lamentamos profundamente que no mundo e na nossa Secretaria ainda existam pessoas assim, que arrogantemente e infantilmente se creem superiores a outros e buscam encontrar justificativas para o injustificável. Enquanto isso a inspetoria continua sem segurança.

      Excluir
    3. Não precisa nem dizer quem é, né?

      Excluir
  5. Absurdo é ter que chegar na fila às 5:30 da manhã, num local deserto e perigoso, aguardando por quase cinco horas em uma calçada com esgoto a céu aberto e sob a chuva. Isso pq estou indo lá para "pagar" um imposto. Não há respeito algum com o contribuinte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fora i preço absurdo do imposto e as sacanagens dos fiscais , se para tirar uma guia pela internet ja é um parto , imagine varias

      Excluir